A necessidade de des-pensar as coisas

Índice

Esta terça traz uma pequena reflexão sobre a necessidade de des-pensarmos as coisas.

Fez-me sentido criar o verbo “des-pensar” porque lhe vejo uma pequena diferença do “deixar de pensar”. Além disso des-pensar… dispensar. Na onda do deixar ir.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Queres acompanhar o blog?

Recebe indicação das partilhas sobre estes assuntos do nosso interesse.

* Ao subscreveres, concordas com a nossa Política de Privacidade e em receber informações nossas