Menu Fechar

O minimalismo na cozinha

Esta semana falamos sobre minimalismo. Como seguir o minimalismo na cozinha para que possas cozinhar melhor e desperdiçar menos sem te sentires limitad@?

O minimalismo é uma filosofia que pode ser aplicada em diversas áreas da nossa vida, incluindo a cozinha. Ao aplicares a ideia do minimalismo na cozinha, podes cozinhar melhor, desperdiçar menos e ainda teres uma experiência culinária mais agradável. Nesta partilha, vamos explorar como podemos seguir o minimalismo na cozinha de forma eficaz e prática, sem nos sentirmos limitados.

A primeira coisa que precisamos de entender, ou de lembrar, é que usar o minimalismo na cozinha não significa que precisamos de nos desfazer de todos os utensílios e equipamentos de cozinha. Em vez disso, trata-se de termos apenas o que nos é necessário e útil, tendo em conta o nosso estilo de vida e a forma como usamos o nosso espaço. Por exemplo, se raramente usas um processador de alimentos ou um copo batedor, pode ser melhor te desfazeres dele e economizares espaço na tua cozinha.

Portanto, é útil fazermos uma limpeza e retirarmos os objetos acumulados neste espaço doméstico.

Planeamento de refeições

Uma outra forma de aplicar o minimalismo na cozinha é seguir um planeamento das refeições. Isto ajuda a evitar desperdício de alimentos e a reduzir o tempo gasto nesta divisão da casa. Podes planear as tuas refeições semanalmente e comprar apenas o que é necessário com esse planeamento. Fazê-lo pode ajudar-te a economizar dinheiro a longo prazo, assim como a manter uma alimentação saudável e equilibrada.

Uma das primeiras coisas a considerar ao planeares as tuas refeições é o horário delas. Pensa em quantas refeições precisas de fazer por dia e em que horários elas acontecem. Considera também a tua rotina diária, incluindo horários de trabalho, atividades físicas e sociais, para determinares quando terás tempo para as preparar.

Em seguida, define um número de receitas que gostarias de preparar durante a semana. É importante seres realista sobre a tua capacidade de o fazeres, levando em conta o tempo disponível e as tuas habilidades culinárias.

Começa com um número menor de receitas e, à medida que te sentires mais confortável na cozinha, aumentas gradualmente.

Ao escolheres as receitas, leva em consideração os teus gostos pessoais, claro, eventuais restrições alimentares e objetivos de saúde. Escolhe receitas que usem ingredientes comuns e que possam ser preparadas com antecedência, se necessário. Além disso, considera preparares as  refeições em lotes para economizares tempo e esforço.

As compras

Depois de escolheres as receitas, faz uma lista de compras. Verifica o que já tens na tua despensa e frigorífico, e anota os ingredientes que ainda é preciso comprar.

Ao fazeres compras, evita comprar coisas desnecessários e foca-te em ingredientes frescos e de qualidade.

Na volta para casa, dedica um tempo para preparares os ingredientes que trouxeste, e até mesmo algumas refeições com antecedência. Podes pré-cozinhar legumes, cozinhar carnes, cortar frutas e verduras, montar saladas e guardares tudo já dessa forma.

Isso pode economizar-te tempo durante a semana e ajudar-te a manter uma alimentação saudável e equilibrada.

Escolher fazê-lo pode resultar numa experiência culinária mais agradável e satisfatória.

A despensa

Outra dica importante no que diz respeito ao minimalismo na cozinha, é ter uma despensa minimalista. Isso significa teres apenas o que é necessário na tua despensa e não acumular aquilo que não o é.

Certifica-te de que os teus ingredientes básicos, como farinha, açúcar e azeite, estejam sempre disponíveis, mas não exageres em ingredientes especiais que pouco ou raramente são usados.

Uma despensa minimalista é aquela que contém apenas o necessário para preparar refeições saudáveis e saborosas, ou aquelas que foram consideradas no teu planeamento e a tua disponibilidade.

A ideia é manter apenas os ingredientes básicos e que podem ser usados de diversas maneiras na cozinha, evitando acumular alimentos desnecessários e reduzindo o desperdício.

Para criares uma despensa minimalista, começa por fazer uma limpeza e retirar todos os alimentos que estão fora de prazo, abertos há muito tempo ou que você não usaste nos últimos meses.

Avalia o que tens e vê se é necessário repor algum ingrediente básico, como arroz, grão, feijão, açúcar, farinha, azeite, vinagre e sal.

Uma vez que tenhas uma ideia clara do que precisas, opta por comprar ingredientes em quantidades menores e em embalagens que sejam fáceis de armazenar e usar. Evita comprar em grande quantidade apenas por causa de promoções, já que isso pode resultar em excesso de alimentos que serão difíceis de consumir antes do prazo de validade terminar.

No entanto, podes sempre comprar embalagens maiores daqueles alimentos que mais gastas, o que te poupa dinheiro e reduz o lixo. Estes talvez possam ser aqueles ingredientes que podem ser usados em várias receitas, como grãos, massas, cereais e sementes. Permite-te ter opções variadas para as tuas refeições sem precisar de muitos ingredientes específicos.

Para manteres a tua despensa minimalista organizada, usa potes de vidro ou plástico transparente para armazenar os alimentos. Dessa forma, consegues ver o que tens e quanto ainda resta, evitando embalagens repetidas sem necessidade.

Ainda assim, lembra-te que ter uma despensa minimalista não significa que não possas experimentar novos sabores ou ingredientes. A ideia é manter a simplicidade e evitar acumular alimentos que serão desperdiçados ou que não serão usados com frequência.

Estarás a economizar espaço, dinheiro e tempo, além de te incentivar a um estilo de vida mais sustentável e saudável. Para além de que pode também ajudar-te a tornar a tua experiência na cozinha mais prazerosa e eficiente.

A limpeza

Também é importante manter uma cozinha limpa e organizada. Isso ajuda a evitar o acúmulo de itens desnecessários e torna mais fácil encontrares o que você precisa quando estás a cozinhar. Certifica-te de limpar a tua cozinha regularmente e teres um espaço dedicado para cada coisa.

Para finalizar, é importante lembrar que seguir o minimalismo na cozinha não significa que precises de te sentir limitad@ na tua experiência culinária. Na verdade, ao teres menos coisas na tua cozinha, podes concentrar-te mais na qualidade dos alimentos e na preparação das refeições.

Podes experimentar novas receitas e sabores sem te sentires sobrecarregad@ pela quantidade de coisas que te rodeiam.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *